Início


Seja bem vindo e bem vinda ao site do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO - DMO - Brasil.  

DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO – Movimento Universal Ecumênico - Oração com Informação, Ação com Oração.

Dia Mundial de Oração - 2022

Páscoa - 2022

 

                    “Filhas de Jerusalém, não chorem…” 

           Durante a Quaresma, muitas vezes reflito sobre as palavras que Jesus disse: “Filhas de Jerusalém, não chorem por mim, mas chorem por si mesmas e por seus filhos (Lc 23, 28)”.

           Imagino Jesus, recuperando o fôlego depois de ser aliviado do peso da cruz por Simão Cireneu. Jesus foi ferido e certamente enfraquecido depois de todas as torturas infligidas a ele. Jesus, que num só fôlego, disse aos que o seguiam, inclusive a duas mulheres: “Pois certamente virão dias em que dirão: 'Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que nunca geraram, e os seios que nunca amamentou.' Então começarão a dizer às montanhas: 'Caiam sobre nós'; e para as colinas, 'Cubra-nos.' Pois se eles fizerem isso quando a madeira estiver verde, o que acontecerá quando estiver seca?” (versículos 29-31) 

           Mulheres, não chorem por mim, mas sim por vocês!

           Essas palavras ecoam as notícias do momento: guerras cobertas pela mídia, injustiças ignoradas pela imprensa internacional, desastres ecológicos, terríveis gritos de socorro, ou ainda mais ensurdecedor o silêncio daqueles que não têm mais forças para pedir ajuda ou chorar… Sim, gosto de imaginar que quando Jesus disse essas palavras, quis oferecer conforto… como fez no jardim do sepulcro, no domingo de manhã, quando Maria de Magdala foi ao sepulcro para descobrir que o seu corpo estava não está mais lá (João 20:11-18).

           Porque você está chorando?

           Mary pensou que um jardineiro estava falando com ela, mas uma simples chamada de seu primeiro nome "Mary!" bastou para fazê-la abrir os olhos e descobrir que Jesus Ressuscitado estava diante dela. Gosto de reler esta passagem de João, no capítulo 20. Uma grande ternura emana do texto. Maria é a primeira mulher a descobrir que Jesus está vivo. Para ela, que conheceu as lágrimas, há um futuro a esperar – “Eu sei os planos que tenho para você”. E para aqueles entre nós que estão tristes ou sobrecarregados, um grito nos convida a voltar à estrada.

           Cristo ressuscitou! Ele ressuscitou mesmo!

           O grito de alegria de Maria substituiu seus gritos de dor e lamentação. Imagino até lágrimas de alegria escorrendo pelo seu rosto, onde poucas horas antes havia lágrimas de dor. O sofrimento não é tão difícil de imaginar, é tão prevalente agora. Mas nesta manhã de Páscoa, irmãos e irmãs, creiam que Jesus está aqui, muito presente e que Ele poderá nos dizer "Ouvi falar de sua fé" e enquanto esperamos este belo momento, gritemos de alegria com nossos Irmãs cristãs de Jerusalém "Ele ressuscitou, Ele ressuscitou de fato!"

           Receba os meus melhores cumprimentos e toda a minha gratidão,

Laurence Gangloff
Presidente
Comitê Internacional do Dia Mundial de Oração


 Acompanhe nosso site, clicando no menu que encontra-se à direita